Skip Navigation Links

Ministro assina contrato para obras de dragagem do Porto de Santos
08/02/2017 - PortoTransporte
 ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, assinou, na tarde desta terça-feira (7/2), o contrato para a realização da dragagem do Porto de Santos. A obra, no valor de R$ 369 milhões, vai viabilizar o aumento do calado dos canais de acesso, das bacias de evolução e dos berços de atracação do terminal santista, oferecendo mais segurança à navegação.
 
A empresa responsável pelas obras e serviços de dragagem de manutenção será a Van Oord. A empresa terá 17 meses para conclusão dos serviços, divididos em 6 meses para apresentação do projeto básico e 11 para execução.
 
Para Quintella, as obras e serviços de dragagem serão fundamentais para o aprimoramento do porto e devem gerar, de imediato, impacto positivo na cadeia logística: “Ao se ampliar a capacidade de movimentação, teremos a diminuição do custo dos fretes, a ampliação da competitividade em nível nacional, trazendo benefícios que alcançarão, certamente, os consumidores finais”.
 
Estima-se que a cada centímetro de ganho de profundidade será ampliada a capacidade das embarcações em até oito contêineres – média de 100 toneladas.
 
PORTO DE SANTOS EM NÚMEROS - O Porto de Santos está em primeiro lugar no ranking de movimentação dos Portos Organizados e transporta um terço dos produtos movimentados no país. Além disso, é o primeiro na movimentação de contêineres, com 3,8 milhões TEUs (seis metros ou 20 pés) em 2015; e na exportação de açúcar e de grãos de soja.
 
A movimentação acumulada de cargas no Porto de Santos em 2016 atingiu a marca de 113,8 milhões de toneladas, a terceira melhor de toda a série histórica do porto para o período, apenas 5,1% inferior à movimentação recorde verificada em 2015.
 
As importações registraram volume de 32,4 milhões de toneladas, resultado superior ao acumulado até dezembro de 2015. Já as exportações acumularam 81,4 milhões de toneladas no período. No total, ocorreram 4.723 atracações no ano de 2016.
 
 


Compartilhar  | E-mail Facebook Google Plus Twitter LinkedIn
Inteligência Ambiental © 2013
Todos os Direitos Reservados